A página TH está disponível para os navegadores: Google Chrome, Ópera, Firefox, Edge e Internet Explorer nas versões 10 e 11 .

Cobrança

16 de Maio, 2017

Como melhorar a efetividade na busca e apreensão de carros e motos?

Com o aumento do desemprego, e por consequência, redução da atividade econômica, muitas instituições financeiras reduziram a concessão de crédito, seja para os bens com ou sem garantia! O intuito desta decisão foi reduzir a inadimplência e os gastos com a provisão para devedores duvidosos (PDD).

De forma macro, os resultados financeiros apresentados no 1º trimestre de 2017 demostram que a receita deu certo – claro que não apenas pela redução do crédito, mas também pelo aumento (tímido) da confiança do empresariado. Devemos entender que as ações tomadas não extirparam 100% do problema – o percentual da inadimplência continua alto!

Quando falamos especificamente da cobrança com garantia, os bancos continuam a priorizar sua negociação de forma amigável (Contact Center), contudo, chegasse um momento onde este tipo de acionamento tem efeito nulo sobre o devedor, restando ao banco a judicialização do processo para retomada do bem.

O fator que faz com que uma instituição decida pela abertura (ou não) de um processo judicial está relacionado diretamente ao valor líquido que o banco espera receber pela retomada do bem. Quando dizemos “valor líquido”, significa que a instituição deverá subtrair do valor obtido em leilão, os custos com comissão da Assessoria, Leiloeiro, impostos, custos advocatícios, multas, IPVA, etc – o que se pode observar, é que retomar um bem de baixo valor, poderá significar a absorção de um problema (e muito prejuízo).

Para os bens de alto valor, a principal dificuldade está relacionada a localização exata do veículo – isso ocorre, pois, os devedores costumam “escondê-los”, a fim de manterem sua utilização, seja para atividades pessoais ou profissionais.

Diante desta dificuldade de mercado, a Sistemas TH, bureau de informações especializado em soluções para o mercado de Crédito e Cobrança, desenvolveu uma inteligência própria para a criação de projetos que potencialize a localização de bens em alienação fiduciária. De forma macro, a TH retorna as instituições um mapa dos endereços vinculados ao devedor – priorizando os com maior probabilidade de correlação. Com essa tecnologia, os cobradores externos passam a ganhar maior agilidade na localização do bem, para posterior acionamento da justiça, visando obter mais rapidamente o mandato para a busca e apreensão do bem.

Outro ganho da utilização desta tecnologia está relacionado ao aumento da produtividade – isso ocorre, pois, a quantidade de visitas dos localizadores para a encontrarem o bem será reduzida, potencializando a quantidade de buscas diárias – e por consequência, a recuperação do bem (e do crédito).

Caso a empresa queira conhecer gratuitamente a solução de enriquecimento cadastral da Sistemas TH ou obter maiores informações sobre a solução da matéria. Acesse: http://www.sistemasth.com.br/contato.php

admin

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por email

E-mail cadastrado com sucesso!



Leia também