A página TH está disponível para os navegadores: Google Chrome, Ópera, Firefox, Edge e Internet Explorer nas versões 10 e 11 .

Enriquecimento Cadastral

25 de abr, 2017

Enriquecimento Cadastral: Como avaliar o melhor fornecedor?

A dúvida título deste artigo é um dos maiores enigmas do setor de cobrança – e essa dificuldade ocorre em empresas de pequeno, médio ou grande porte.

A princípio, as avaliações de fornecedores ocorrem apenas quando uma Assessoria “cai” no ranking dos clientes contratantes – e vê potencializada sua chance de perda da carteira. E qual a melhor forma de identificar o fornecedor de melhor performance?

Muitas empresas costumam avaliar o “melhor” bureau simplesmente pelo volume de informações (diferentes) retornadas – este é um erro clássico! – neste caso, as empresas que focam no volume de dados retornados (e não na qualidade e confiabilidade) serão privilegiadas.

– Mas por que uma empresa de enriquecimento cadastral focaria apenas na quantidade e não na qualidade?

Manter uma estrutura própria de Data Center com Data Warehouse e Big Data, além de profissionais especializados na análise de informações e desenho de estratégias personalizadas, exige um grande investimento – por isso, muitas empresas preferem manter uma estrutura enxuta, o que lhe garante uma tabela de preço agressiva, que refletirá na manutenção do faturamento pelo maior volume de bases recebidas. Ao final de tudo, a impactada será a operação de cobrança, pelos seguintes motivos:

– Existência de uma base de dados repleta de telefones ruins;

– Impossibilidade de priorização dos telefones a serem discados (devido ao volume);

– Alto Custo de Telecom; (e o pior dos impactos);

– Manutenção da Quantidade de PAs apenas para atender ligações transferidas, cujo status são “Desconhece / Engano”.

Diante disso, a recomendação é que a escolha do melhor fornecedor seja baseada no Custo por CPC. Como isso funciona?

Divide-se o valor total gasto com o bureau de informações + telecom pela quantidade total de CPC obtido. Exemplos:

Bureau 1:

Custo Enriquecimento (R$ 1.000) + Custo Telecom (R$ 3.000) / 4000 (CPC) = R$ 1,00 por CPC

Bureau 2:

Custo Enriquecimento (R$ 2.000) + Custo Telecom (R$ 1.000) / 4000 (CPC) = R$ 0,75 por CPC

Resultado:

No caso acima, o Bureau 2 foi o melhor! Isso ocorreu, pois mesmo que o seu custo de enriquecimento seja maior (R$ 2.000), os gastos com telecom foram bem inferiores, refletindo em uma economia de 25% frente ao Bureau 1!

Visando auxiliar as empresas na melhora dos seus indicadores, a Sistemas TH, bureau de informações com mais de 15 anos de mercado, disponibiliza aos seus clientes uma equipe especializada de Estratégia e Qualidade – o foco desta área é desenvolver projetos personalizados de atualização cadastral (de acordo com as características de cada carteira) – tudo isso para potencializar os indicadores de localização e reduzir os custos por CPC obtido! – Além disso, a empresa é a única do mercado a ter um Contact Center próprio e especializado, na busca de clientes com Alto Ticket Médio em atraso.

Para conhecer gratuitamente a solução de localização e informações cadastrais da Sistemas TH. Acesse: http://www.sistemasth.com.br/contato.php

admin

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por email

E-mail cadastrado com sucesso!



Leia também